Tendências - 12 de setembro, 2019

Tecnologia de comandos de voz: praticidade em voz alta

  •  

Os aplicativos e dispositivos baseados principalmente em comandos de voz se tornaram muito populares nos últimos anos e essa popularidade continua a aumentar. Segundo um estudo divulgado pela NPR e pela Edison Research, o uso dos aparelhos conhecidos como “smart speakers” aumentou 78% nos Estados Unidos, no período entre dezembro de 2017 e dezembro de 2018, passando de 66,7 milhões para 118,5 milhões – sendo que cerca de 14 milhões são novos usuários dessa categoria de dispositivos.

Além dos smart speakers, a tecnologia de comando de voz também já está presente nos celulares há alguns anos e está se expandindo para outros aparelhos que já fazem parte do nosso dia a dia, como televisores e automóveis. Para os usuários, a maior e melhor característica dessa tecnologia é a praticidade: capazes de receber comandos simples, ela possibilita a execução de várias tarefas com apenas algumas palavras. Reprodução de música, informações sobre a previsão do tempo e o trânsito, últimas notícias e ligações para determinados contatos são apenas algumas das suas funções mais comuns. Quando integradas a sistemas de casas inteligentes, o leque de possibilidades aumenta ainda mais, permitindo que fatores como temperatura ambiente, iluminação e dispositivos de segurança sejam controlados rápida e facilmente.

Para o mercado de varejo, esses dispositivos apresentam uma maneira completamente nova de comprar, abrindo as portas para um mercado pronto para ser explorado, já que além das funções de controle e conveniência pessoal, alguns dispositivos também possibilitam a realização de compras através dos comandos de voz. Segundo uma pesquisa realizada pela Adobe Analytics, entre os mais de mil consumidores entrevistados nos Estados Unidos, mais de 40% realizariam compras por voz caso um número maior e mais diverso de lojas estivesse disponível, e quase metade deles acredita que a compra por voz é mais fácil que usar um computador.

Nessa fase inicial de compras por voz ainda predominam as atividades relacionadas à compra (ao invés da compra em si), como a pesquisa de preços, a criação de listas e a verificação de disponibilidade de produtos e de status de entrega. Porém, já é possível notar quais são os produtos mais comprados através dos sistemas de comando de voz: os considerados itens de mais alta rotatividade na rotina de uma casa, como papel higiênico e produtos de limpeza. Ao pensar no método, é fácil de entender o motivo – são itens que a necessidade de reposição geralmente é apenas notada quando são necessários, e com um dispositivo de comando de voz à disposição, torna-se extremamente prático apenas falar algumas palavras em voz alta e realizar a compra. Para o mercado de voz, a praticidade é a palavra de ordem, e seu crescimento e consolidação exigirão um foco especial na experiência do usuário.

Fonte:
https://newvoice.ai/2019/06/17/mercado-de-voz-com-tendencia-de-alta-aponta-estudo/

Twitter
 

Enviar por e-mail