Inovação - 22 de agosto, 2019

Inovação: reconhecendo problemas para resolvê-los

  •  
Inovação na resolução de problemas

O primeiro passo para a resolução de qualquer problema é muito simples: reconhecer sua existência. Ao detectá-lo e reconhecê-lo, é possível fazer uma análise dele e apenas então é possível proceder ao encontro de uma solução efetiva. E no mundo atual, na hora de resolver um problema, a palavra de ordem é “inovação”.

Em sua definição de dicionário, “inovação” é um substantivo feminino que define a ação ou efeito de inovar e, por extensão, aquilo que é novo. Mas, nos últimos anos, essa definição vem adquirindo um significado mais específico: principalmente no âmbito mercadológico, a inovação é o processo que não só cria algo novo, mas que também redefine os métodos e caminhos para chegar a este algo novo, além de entregar um produto ainda melhor e mais efetivo, que utiliza menos recursos em sua produção e funcionamento, e promove rupturas pragmáticas, impactando de maneira positiva a qualidade de vida e o desenvolvimento humano.

A inovação causa uma mudança de cenário, inspira revolução e nos convida a observar com cuidado processos antigos e métodos ultrapassados, buscando não apenas mais eficiência e produtividade, mas também, um propósito maior.

Como inovar em soluções?

A nova definição de “inovação” pode parecer um pouco assustadora no início, já que ela exige um esforço maior e mais concentrado para se tornar realidade – mas, apesar de desafiadora, ela pode ser a resposta ideal para diversos problemas. Mas aí, tropeça-se em outra questão: como?

O primeiro passo é simples: retirar a conotação negativa da palavra “problema”. Segundo o consultor canadense Min Basadur, especialista em psicologia organizacional, “problemas são os ovos dourados de uma empresa e jamais devem ser vistos sob um aspecto negativo”. Por mais frustrantes e atrapalhados que sejam, problemas são setas que apontam diretamente para oportunidades de fazer mais que apenas solucioná-los, mas também melhorar todas as etapas do processo, revisar os métodos e técnicas, e criar caminhos ainda mais eficientes e positivos para chegar ao resultado final ideal.

Na hora de entrar em ação, existem fatores que são extremamente úteis para abordagens efetivas. A multidisciplinaridade é um deles: uma equipe inovadora é uma equipe que conta com pessoas de diferentes formações, que trazem diferentes vivências, formações e pontos de vista para uma situação. Uma pessoa com formação mais voltada para a estatística, por exemplo, pode ser uma grande adição em um departamento de marketing, já que ela é capaz de analisar e interpretar tendências e métricas de um ponto de vista mais quantitativo.

Outro dos fatores que pode fazer toda a diferença na hora de inovar em busca de soluções é a colaboração. Abrir os problemas para um público um pouco mais amplo pode trazer respostas incríveis de lugares totalmente inesperados. Ter um canal de comunicação aberto com seus funcionários e/ou público é uma maneira simples porém muito efetiva de reunir feedbacks e sugestões que podem levar a soluções e respostas que não teriam vindo de dentro de um círculo mais restrito.

Fonte:
Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios

Inovação na resolução de problemas

Twitter
 

Enviar por e-mail